Guaco-miltonandrade

Para que serve e como usar

O Guaco, também conhecido por guaco-liso, cipó-caatinga ou erva de cobra, é uma planta medicinal que contém cumarina, flavonoides e taninos, compostos com propriedades analgésicas, antiinflamatórias e antioxidantes, além de possuir efeito broncodilatador e expectorante, ajudando no tratamento de problemas respiratórios, como bronquite e asma.

Além disso, o guaco também pode ser usado como cataplasma para tratar picadas de cobra ou de outros animais peçonhentos, como escorpiões, lacraias e aranhas, inibindo os seus efeitos tóxicos.

O guaco possui um aroma suave e gosto amargo, e pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, feiras e farmácias de manipulação, e geralmente usado no preparo de chás, tintura xarope e cataplasma.

Para que serve

Por suas propriedades antipirética, antioxidantes, expectorantes e antiinflamatórias o guaco pode ser indicado para ajudar no tratamento de:

  • Bronquite;
  • Gripe;
  • Asma;
  • Tosse;
  • Rouquidão;
  • Garganta inflamada.

O guaco é geralmente usado para ajudar no tratamento de alergias e infecções na pele, picadas de insetos e problemas gastrointestinais. Além disso, o guaco possui propriedades analgésicas, ajudando no tratamento de reumatismos.

No entanto, o guaco é contra-indicado para algumas pessoas e pode causar alguns efeitos colaterais e, por isso, só deve ser consumido sob recomendação de um médico especializado no uso de plantas medicinais ou fitoterapeuta.

Possíveis efeitos colaterais

O uso prolongado ou em quantidades muito altas de guaco pode causar hemorragias, aumento dos batimentos cardíacos, vômitos e diarreia. O guaco contém cumarina que pode causar um agravamento nos quadros de falta de ar e tosse em pessoas com alergia a este componente.

Quem não deve usar

O guaco não é indicado para pessoas com alergia a essa planta, para pessoas com câncer, tuberculose, diabetes e doenças no fígado. Essa planta não deve ser consumida por crianças menores de 1 ano, assim como deve ser evitada por mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Além disso, o guaco possui cumarina, um componente com ação anticoagulante, e por isso, não é recomendado para pessoas que utilizam medicamentos anticoagulantes.